ECOS DE UM EU APRISIONADO
Rosimeire Leal da Motta Piredda

(Às vezes nos aprisionamos dentro de nós mesmos e lá longe, no fundo do coração ouvimos o eco de um eu aprisionado...)

Voltar
para o Índice


Texto Do Livro
"
EU POÉTICO"
Poesia e Prosa

Editora CBJE -
Rio de Janeiro
Brasil
Agosto/ 2007

Uma música misteriosa perturba meus sentidos,
transcende o meu entendimento.
Acordou-me com acordes insistentes.
Arrastou minha curiosidade para o secreto do meu íntimo!
Desvendou meus sonhos escondidos.
São sons produzidos pelo meu subconsciente.
Hipnotizou-me através do meu autoconhecimento.
Projetou em meu coração os segredos da minha alma.
Um maestro afinou a sinfonia,
tornando-a cada vez mais compreensível.
Visão fantástica de uma parcela de mim,
presa nos escombros da vida!
Ecos de um eu aprisionado...

---------------------------------------------------------------


 

Poesia - "Ecos De Um Eu Aprisionado"
Texto Do Livro "EU Poético"
Editora CBJE - Rio de Janeiro - Brasil -
Agosto/ 2007
Autora - Rosimeire Leal da Motta Piredda