TORTURA SONORA
Rosimeire Leal da Motta Piredda

(Existem pessoas que por qualquer motivo, esbravejam e falam alto continuamente, acompanhado de um olhar autoritário que intimida e desanima qualquer pessoa...)

Voltar
para o Índice


Texto Do Livro
"
EU POÉTICO"
Poesia e Prosa

Editora CBJE -
Rio de Janeiro
Brasil
Agosto/ 2007

Agressor.
Explosivo.
Voz humana.
Tom demasiado alto.
Estrondo.
Grosseria que intimida.
Atitude contínua.
Grito.
Falso argumento.
Não convence.
Afugenta.
Causa traumas.
Fatal como um punhal afiado.
Assustador.
Semelhante a um dia sombrio.
Agride.
Paralisa.
Estraçalha os sentimentos.
Fere o amor-próprio.
Causa ressentimentos.
O véu cobre a face: autodefesa.
Murcha o sorriso da face.
Estoura os tímpanos.
Tortura sonora.
Amordacem este carrasco!

---------------------------------------------------------------


 

Poesia - "Tortura Sonora"
Texto Do Livro "EU Poético"
Editora CBJE - Rio de Janeiro - Brasil -
Agosto/ 2007
Autora - Rosimeire Leal da Motta Piredda