TEXTOS DO LIVRO "EU POÉTICO"
Poesia e Prosa
de Rosimeire Leal da Motta Piredda

Editora CBJE - Rio de Janeiro -
Brasil Agosto/ 2007.

 

Voltar para o Índice

ARQUITETURA DA DESTRUIÇÃO (Tsunâmi)
Rosimeire Leal da Motta Piredda

(A natureza é bela, admirável e benéfica, mas as vezes, também é destruidora!)

 

Silêncio gélido ao amanhecer.
Mil corpos encontrados por dia.
Escombros.
Mortos e desaparecidos.
O véu do extermínio cobriu aquelas cidades.
Ondas-exércitos marcharam a 700 km/h,
gigantes de 30 a 40 metros.
Invadiram violentamente praias e arredores.
Não houve tempo de fugir para áreas elevadas.
Tragédia.
Turbilhão de emoções.
A força da natureza é invencível.
Medo, insegurança, terror...
Sentimento de impotência pelo sofrimento,
profundas dores coletivas.
A ausência de ruídos era petrificante.
Restou o conjunto das obras arquitetônicas,
executadas pela fúria do vento e da água.
De maneira cruel, ficaram expostos pedaços de gente,
madeiras, árvores, lixo, lama...
Foram-se abaixo os sonhos de uma existência!
Morte e destruição ilustravam a paisagem.
E o *Tsunami se desintegrou.
O trágico show se encerrou,
mas, a platéia que chegou no fim do espetáculo,
ficou paralisada, sem aplaudir.


* Tsunâmi, por vezes também chamado maremoto, é uma série de ondas de água causada pelo deslocamento de um grande volume de um corpo de água, como um oceano ou um grande lago, de 14 metros ou mais.)

--------------------------------------------------------------------



Poesia - Arquitetura Da Destruição (Tsunami)
Texto Do Livro "EU Poético"
Editora CBJE - Rio de Janeiro - Brasil - Agosto/ 2007
Autora - Rosimeire Leal da Motta Piredda
 
 
\n