Poesia - O Meu Eu Engaiolado
Texto Do Livro Antologia de Poesia e Prosa.
IV Prêmio Literário
Escritor Marcelo de Oliveira Souza
Diversos Autores
Celeiro de Escritores - SP
Autora - Rosimeire Leal da Motta Piredda
2016

 


Quadro - O Terapeuta
https://pt.wahooart.com/Art.nsf/Art_PT?Open&
Query=Ren%C3%A9,Magritte

Rene Magritte (1898- 1967)
Foi um dos principais artistas surrealistas belgas.
https://pt.wikipedia.org/wiki/Ren%C3%A9_Magritte
Movimento estético: Surrealista

 

Voltar para o Índice

O MEU EU ENGAIOLADO
Rosimeire Leal da Motta Piredda

 

Sentada diante da vida,
olho para dentro de mim:
estou, da cabeça a barriga, presa numa gaiola.
Pousados num poleiro, distantes um do outro,
há dois pombos brancos:
um, deseja escapar e o outro, permanecer cativo.
A mente, capturada pela insegurança.
Pensamentos querendo voar:
uma maneira de fugir de mim mesma.
Uso chapéu para encobrir a tristeza!
Uma bengala, para equilibrar-me.
Em uma das mãos, discretamente seguro uma pequena bolsa:
lembranças ocultas.
Consciente do que sou,
questiono-me frequentemente.
Analiso minhas atitudes e comportamentos.
Idealizo uma existência de significado mais amplo.
Mil e um sonhos, mas nunca os realizei.
Nenhuma evolução ou crescimento interior.
O meu eu engaiolado:
sem esperanças de que algum dia eu me torne
a pessoa que fui destinada a ser.
Sou e não sou.
Uma estranha habitando em meu corpo!
Tenho as chaves, entretanto, esqueci onde está.
Medo de viver!

----------------------------------------------------------------------


 
     
 
\n